Anúncios

um poema da Adélia

Corridinho Adélia Prado O amor quer abraçar e não pode. A multidão em volta, com seus olhos cediços, põe caco de vidro no muro para o amor desistir. O amor usa o correio, o correio trapaceia, a carta não chega, o amor fica sem saber se é ou não é. O amor pega o cavalo, … Continue lendo

eu, a Casa das Rosas e os micos que a gente paga

Estou participando da seleção do STB Discover, pelo melhor emprego do mundo: ser embaixador do STB e ter que viajar por um ano, por no mínimo 10 países, contar tudo na internet e ainda RECEBER por isso! ~~~~sucesso~~~~ Vote em mim? http://www.embaixadorstb.com.br/discover/estilo.php?id=3715 🙂 Para participar, é preciso fazer um vídeo-defesa, onde você meio que mostra o … Continue lendo

à diva

Adélia Prado Vamos ao teatro, Maria José? Quem me dera, desmanchei em rosca quinze quilos de farinha, tou podre. Outro dia a gente vamos. Falou meio triste, culpada, e um pouco alegre por recusar com orgulho. TEATRO! Disse no espelho. TEATRO! Mais alto, desgrenhada. TEATRO! E os cacos voaram sem nenhum aplauso. Perfeita. . Outro … Continue lendo

Um suspiro à tarde

“Nos meus discos nos meus livros, na minha cama, eu ainda posso sentir seu sorriso, seu olhar de encontro ao meu. Acho que isso pode explicar algumas coisas” #mimimi (doce, como essas fotos que levam a receitas de uma chef portuguesa mulher de um fotógrafo português que mantém um site com as quantidades de ingredientes … Continue lendo