Anúncios

Museus imperdíveis e outros etc pelos bairros de Amsterdam

Sei que Amsterdam é conhecida pelos seus… cafés… e suas prostitutas. Sobre isso, tenho a dizer que achei muito bem feitas as cirurgias de silicone das moças que ficam nas vitrines apertadas do Red Light District e que não é aconselhável estar de bicicleta nos dias que você for experimentar substâncias que venham a alterar sua percepção do mundo. Você pode acabar com um joelho roxo ou pior. True Story.

Um ponto imperdível da cidade é a Museumplein – a praça dos museus.

Ah Msterdam

É aqui que estão essas letras famosas da foto aqui de cima e vários museus, os quais destaco o museu de Van Gogh e o Rijksmusem (fala-se “rreiks museum”).

O primeiro é óbvio: obras do pintor holandês mais famoso de todos os tempos. Eu achava que ia ser a casa casa mesmo do Vincent, mas é um prédio moderno de 4 andares. Fiquei desapontada? Sim, mas o museu ainda é bem bonito, com obras das diversas fases do pintor. Só ficou faltando o quadro da Noite Estrelada, que fica no MoMA (Museum of Modern Art) em Nova Iorque – devolvam!!!

vincent?

Não dá pra tirar foto lá dentro, então fiquem com a vitrine muito kitsch de produtos vangoghescos da lojinha do museu. 

O segundo é o museu nacional, com obras dos outros pintores holandeses, como os consagrados Rembrandt e Vermeer. O Rijks está em reformas com exibição parcial do acervo, mas ele vai reabrir em todo seu esplendor em Abril – não perca se estiver por Amsterdam!

mão boba

Holandeses safadinhos esses retratados no Rijksmuseum

A Museumplein fica um pouco afastada do centro, mas bem perto de outro lugar legal, o Vondelpark (sabe aquele baseado que você não fumou inteiro no coffeshop? Acenda aqui).

o diabo é careta

Não deixe de separar um tempo para relaxar na grama à beira de um dos lagos do parque e fazer caretas pra câmera.

No centro da cidade, a atração que mais curti foi o museu da cidade de Amsterdam. Ele tem uma exibição-resumo que teoricamente dura 40 minutos e uma exibição grandona e permanente das obras todas da cidade.

Gostei MUITO da exibição menor, que é interativa e cheia dos designs. Ela  resume toda a história da cidade, desde sua fundação até a liberação legal de algumas drogas. Além de aprender sobre a construção de Amsterdam, da sua expansão, participação na Segunda Guerra e etcs, ela ainda é uma amostra do que o design holandês é capaz.

Várias palmas.

armadura

Foto tirada em uma das partes ~interativas~ do Museu de Amsterdam

Também curti muito pedalar pelo bairro de Jordaan (obviamente, o antigo bairro judeu antes de todos terem sido levados para campos de concentração). Lá tem o museu da Anne Frank, mas como eu evito coisas de Segunda Guerra Mundial, não fui. O bairro em si é muito simpático, cheio de sorveterias, cafés e lugares grátis para simplesmente sentar e observar a vida.

Ao sul, o bairro De Pijp (pronuncia-se “dê paip”) é onde se concentraram os imigrantes mais recentes da cidade. Foi ali que achei o restaurante Casa Brazuca, onde comi um pão de queijo bastante decente (melhor que muitos já comidos em São Paulo) e um açaí ruim – porém açaí, não é mesmo? Eu estava sentindo falta, mas se você está fazendo só uma visita rápida, nem se dê ao trabalho e vá comer uns stroopwafels.

Ah! E detrás da Estação Central de trens de Amsterdã, no norte da cidade tem a parte ~moderna~, a única com prédios envidraçados e todas essas modernices. Para chegar lá é preciso tomar uma balsa (grátis <3) e não perca o museu de cinema, o Eye.

Kubrick

Quando fui estava rolando uma exposição animal do Kubrick, com vários objetos de cena dos filmes dele, além de roteiros originais, cartas, recortes de jornais e trechos dos seus filmes.

Fora as exibições de arte, o museu também funciona como cineclube e possui um café muito estiloso com vista para a parte mais “Amsterdam” de Amsterdam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: