Anúncios

O Que Você Precisa Saber Para Fazer Uma Visita Feliz Pela Noruega (sem estourar o orçamento)

Sempre tive uma vontade inexplicável de visitar a Noruega. Uma fascinação por esse país que eu nunca soube de onde veio e o porquê. Em minha primeira volta ao mundo (é, já chamo de Primeira porque outras virão, ai de mim se não), é claro que ela tinha que estar na lista! Mas como proceder em um país com a fama de ter a capital mais cara da Europa? Vale o esforço?

FATO: chove muito, o conceito deles de verão é 20°C e tudo é caro pracaráleo. Mas, em compensação, abre um solzinho e a norueguesada sai sorrindo nas ruas, feliz que nem comercial de margarina. Pra economizar, prepare-se para comprar de tudo nos supermercados e abrace seu lado tilelê: você tem o direito de acampar em qualquer espaço público a mais de 200m de uma residência. Então, se o couchsurfing falhar…

Ó, esses 20 dias que passei por lá quebraram todas as expectativas. Fuja das hordas de turistas japoneses, compre uma churrasqueira descartável e aproveite o verão na Noruega como fazem os noruegueses: no sol, nos parques, na “praia”.

Eles não se deixam abalar por uma tempestadezinha de neve. O ditado que mais ouvi no país é: “Não existe isso de ‘ tempo ruim’, mas sim ‘roupas inapropriadas'”. Eles têm até um conceito maluco de “jardim de infância ao ar livre”, que deixa as crianças do lado de fora O-Tempo-Todo, faça chuva ou faça neve, a não ser que as temperaturas baixem para menos de -15°C. Acho doido – the viking way to raise kids.

Em Roma como os Romanos: empacotei meu casaco impermeável, meu suéter de lã, minha barraca e meu saco de dormir e fui curtir um verão no norte do planeta.

Valeu a pena?

Vou deixar vocês decidirem pelas fotos abaixo:

Vigeland Park com as amigas mais malucas do Mar do Norte ❤

Oslo Opera House

Fazendo amizade com o folclore local – Bergen (no intervalo de aproximadamente 56 segundos entre uma chuva e outra)

Geirangerfjord, o mais pop dos fiordes noruegueses – com todos os motivos justificados

Trondheim, uma cidade cheia de água e história

Hestmona, ilha cortada pelo cículo polar ártico e onde passei 10 dias como voluntária em uma fazenda orgânica

Antes mesmo de saber o que era a Europa eu já curtia os vikings e meu filme favorito quando criança eu descobri mais tarde que é norueguês – uma adaptação de um conto de fadas complicado chamado O Rei Urso Polar que sabe-se-lá-por-que-deus a locadora lá perto de casa tinha (nem minhas amigas norueguesas conheciam o filme, ainda que o conto de fadas lhes seja familiar). Mais tarde, influenciada por um tio muito querido que sempre alimentou a minha fome de livros, conheci Jostein Gaarder, autor norueguês de diversas obras que estão entre as minhas favoritas e cujo título mais famoso é O Mundo de Sofia. A paixão platônica era tanta que até um pouco de norueguês eu tentei aprender quando tinha 16 anos (infrutiferamente).

Bom, continuo sem saber exatamente porque meu coração é da Noruega e não da Suécia, Dinamarca, Islândia ou Irlanda, só pra citar alguns países de culturas similares. Mas meu amor só aumentou. Ainda que a escandinávia não seja muito famosa por ter um povo caloroso, essa fama tem que mudar, pois só recebi amor de seus habitantes – do caixa do supermercado sempre com um sorriso no rosto ao fazendeiro simpático que dirigiu 30 quilômetros a mais para me deixar num lugar melhor para conseguir a próxima carona rumo a Trondheim. Sem falar dos amigos de verdade que fiz por aqui ❤

Anúncios
Comments
7 Responses to “O Que Você Precisa Saber Para Fazer Uma Visita Feliz Pela Noruega (sem estourar o orçamento)”
  1. kmaluk disse:

    Vikings ❤
    Aqui em BH o povo fica reclamando que Teodoro não usa agasalhos suficientes, eu sempre penso nas crianças vikings.. 😉

    Noruega ❤

    E a comida daí?

  2. Vanessa disse:

    Ei livia sempre acompanho seus textos por aqui, via seus posts pelo facebook. Mas hj nao resisti e vim comentar! Que legal vc ter ido a noruega me lembro das poucas vezes q conversamos la no celia de vc flar desse seu encantamento com o pais. Nao deixe de postar que vamos viajando com vc

  3. lillbell disse:

    adorei o post e já tinha ouvido falar que em alguns países da europa chove muito mesmo
    http://blogradioactive.blogspot.com.br

  4. Natália Puga disse:

    adorei suas fotos! Essa fazenda que você ficou tem site? Como funciona pra trabalhar de voluntária?

  5. Paula Ataíde disse:

    Liviaa, muito legal seus posts, estou interessada em ir, você foi em que mês? E a questão das roupas? Sou de Maceió, imagine o medo que estou de passar frio.. kkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: